Mulher a colocar protector solar no braço

O efeito do sol na pele das crianças

Os jogos ao ar livre e ao sol, são um dos grandes prazeres da infância. No entanto, estamos mais conscientes do que nunca sobre os perigos do sol e a sua intensidade crescente significa que a delicada pele das crianças precisa de uma protecção mais segura. Então, jogue pelo seguro ao sol.

SINAIS E SINTOMAS

Pele adulto vs. Pele criança

Os benefícios da exposição solar são bem conhecidos e vão desde o bem-estar mental à formação de vitamina D, essencial para a estrutura dos ossos. No entanto, sem uma protecção adequada, a pele está em risco de sofrer lesões da radiação UV, especificamente a pele das crianças, que é mais sensível.

A pele das crianças é diferente da pele dos adultos em vários aspectos importantes. Saiba mais sobre a pele em diferentes idades.

A pele das crianças tem apenas um quinto da espessura da pele de um adulto, embora tenha o mesmo número de camadas. O estrato córneo, a camada mais externa da epiderme que nos protege activamente contra influências ambientais e retém a hidratação, é mais fina e as suas células menos apertadas. Como resultado, a função barreira é menos eficaz e as substâncias são absorvidas mais rapidamente e em camadas mais profundas. Saiba mais sobre a estrutura da pele.

A pigmentação (síntese de melanina) na pele das crianças não está totalmente desenvolvida. A melanina é a substância que dá à nossa pele a sua cor natural ou pigmentação. Quando estamos ao sol, as nossas células produzem melanina extra para nos proteger das queimaduras solares - ao qual chamamos de "bronzeado".
Na pele das crianças, os melanócitos (células produtoras de melanina) estão presentes, mas menos activas, levando a uma sensibilidade UV mais elevada.
Saiba mais sobre o efeito do sol na pele do corpo.

Por estas razões, é importante usar produtos que são especialmente formulados para as necessidades da pele das crianças. Não só oferecem níveis de protecção superiores, como também apoiam e fortalecem as defesas da pele.

Diagrama da pele
As células da camada córnea da pele das crianças são menos apertadas que as dos adultos.
Bebé a rir
O nível de melanina na pele das crianças é menos activo do que um adulto.
CAUSAS E FACTORES

Principais causas e factores das queimaduras solares e lesões causadas pelo sol na pele das crianças

O que é uma queimadura solar?

A queimadura solar é uma lesão solar aguda causado pela radiação UV, especificamente pelos UVB. É um sinal de que a radiação UV danificou o material genético, ou ADN, das células da pele. Durante a exposição solar o risco de cancro de pele aumenta.
Os sintomas normais das queimaduras solares são a pele vermelha e inflamada, por vezes acompanhada de uma fadiga geral e leve tontura.

Se tiver alguma dúvida sobre a pele do seu filho, é importante procurar aconselhamento profissional de um dermatologista ou pediatra.

How does the sun effect young skin?

O que é a radiação UV?

O sol emite luz UV em três formas, ultravioleta A (UVA), ultravioleta B (UVB) e ultravioleta C (UVC). Os UVA estão presentes constantemente durante todo o dia. Eles penetram profundamente nos níveis inferiores da pele e desempenham um papel importante nas lesões a longo prazo, como o envelhecimento prematuro da pele, as lesões indirectas no ADN, ELP e lesões oculares e na retina. Os UVB fornecem a energia que a pele precisa para produzir vitamina D, mas também são responsáveis pelas lesões agudas causados ​​pelo sol, incluindo queimaduras solares e danos directos no ADN. Os UVC são bloqueados pela atmosfera da terra e, desta forma, não atingem a pele.

Leia mais sobre como sol afecta a pele.

Sol radiante
A radiação UV penetra profundamente nas camadas inferiores da pele e pode causar lesões a longo prazo.

A alta exposição ao sol e queimaduras solares - levam a pele jovem a desenvolver cancro de pele

Tradicionalmente, o cancro de pele tem sido associado a grupos etários mais velhos e à prática de "adoração do sol". Estatísticas recentes mostram que actualmente é o segundo cancro mais comum nos jovens adultos (15-34 anos), no Reino Unido (Cancer Research UK) e o mais comum em pessoas com idade entre 15-44 na Austrália (Cancer Council Australia).

E, os estudos agora indicam que as queimaduras solares durante a infância podem duplicar o risco de uma pessoa desenvolver cancro de pele (J. Invest. Dermatol 2003).

FACTORES

Condições de pele e o sol

Certas situações e condições podem agravar ainda mais os efeitos do sol sobre a pele das crianças.

  • As crianças com pele clara, cabelos ruivos ou sardas são mais propensas a ficar com queimaduras solares, porque a pele produz menos melanina, que protege contra a radiação UV. Leia mais sobre a tez da pele.
  • Prescrição de medicamentos de acne também podem tornar a pele mais sensível à luz solar.
  • Recomenda-se frequentemente que as crianças com sinais proeminentes na pele sejam protegidas do sol, dado o potencial de alguns sinais para se tornarem cancerosos.

Rapariga a sorrir
O sol pode exacerbar as características existentes da pele de uma criança.

As crianças de famílias com histórico de cancro de pele têm um risco mais elevado de desenvolver cancro.
Compreender os diferentes níveis de intensidade do sol também pode ajudar a limitar os efeitos da radiação UV sobre a pele das crianças.

  • Todas as crianças devem ficar longe do sol nos horários de pico 11h-15h. Isto é, quando os UVA e UVB percorrem um caminho muito mais curto através da atmosfera da Terra e por isso são consideravelmente mais fortes em intensidade. Mesmo os protectores solares com altos FPS não filtram 100% os UV, o que pode induzir a um dano celular até nas camadas epidérmicas da pele.
  • Os bebés devem ser mantidos fora da luz directa do sol.
  • Mesmo em dias nublados, os níveis de UV podem ser altos, com a radiação sendo reflectida das nuvens para o chão.

O dermatologista pode aconselhar sobre protecção solar para necessidades específicas.
SOLUÇÕES

Jogue pelo seguro com as crianças ao sol

Protecção solar para a pele das crianças

Tendo em conta que os danos UV e as queimaduras solares repetidas durante a infância aumentam o risco de cancro de pele mais tarde na vida adulta, é fundamental que a pele das crianças esteja devidamente protegida.

A aplicação do protector solar é fundamental para manter toda a pele saudável e segura e para a pele das crianças, é especialmente importante usar um protector solar desenvolvido especificamente para as suas necessidades.

Em geral, os protectores solares para adultos e crianças tanto usam factores minerais como químicos de protecção contra os UVA e UVB. Estes funcionam de maneiras muito diferentes. Os factores químicos absorvem a radiação UV e, em seguida, libertam essa energia na forma de radiação térmica, o que cria a sensação de calor. Os factores minerais, normalmente são pigmentos minerais inorgânicos, reflectem ou dispersam a radiação UV que atinge a sua superfície, mas não deixa de penetrar na pele.

A barreira de protecção que os factores minerais criam torna-os altamente adequados para proteger a pele dos bebés, crianças pequenas e qualquer pessoa muito sensível ao sol. São usados ​​em produtos como o Eucerin Spray Solar Crianças FPS 50+, que não tem factores químicos nem perfume.

Mãe e filho
O protector solar certo é a chave para manter a pele das crianças saudáveis.
Bebé a brincar na areia
A protecção solar oferecida pelos protectores solares com factores minerais é mais adequada para crianças.

A pele das crianças requer um FPS muito alto com filtros UVA e UVB. Idealmente, dadas as suas vidas activas, o protector solar deve ser resistente à água.
As peles sensíveis podem reagir a certos ingredientes por isso é uma boa ideia evitar corantes, perfumes, parabenos e, idealmente, procurar evidências clínicas de tolerabilidade. Eucerin Spray Solar Crianças FPS 50 + e Eucerin Loção Solar Crianças FPS 50 + são especificamente desenvolvidos para as necessidades da pele delicada das crianças.

Criança na praia
Escolha um protector solar resistente à água que combine com o estilo de vida e o tipo de pele da criança.

Prevenir lesões induzidas pelo sol nas crianças

Há muitas formas de prevenir os danos da radiação UV na pele das crianças. Mantê-las cobertas e evitar a exposição ao sol são, naturalmente, as duas melhores opções, no entanto estas nem sempre são possíveis.

Outras ideias práticas para o dia-a-dia:

  • Escolha roupas com tecidos densos e ofereça maior cobertura - pense em tapar o pescoço, braços, peito e pernas.
  • Use FPS muito elevados (idealmente FPS 50 +).
  • Use um chapéu de aba larga e óculos escuros.
  • Leve água em abundância para beber.
  • Pense em criar sombra com um chapéu de sol.

Uma alimentação saudável pode ajudar. Estudos recentes têm mostrado que certos alimentos ajudam a reduzir as lesões do sol na pele. Regularmente comer carotenóides (vegetais e frutas vermelhas, amarelas e laranja) durante um longo período pode ajudar a proteger contra queimaduras solares e a reforçar as defesas naturais da pele. Resultados semelhantes foram obtidos com dietas ricas em gorduras omega (azeite e óleo de peixe), vitamina C, E,  flavonóides e igualmente baixa em produtos lácteos e carne vermelha.
Família na praia
Há muitas formas práticas de impedir as lesões na pele antes que elas aconteçam.
Criança com óculos de sol
Roupa e acessórios adequados, como um chapéu, óculos de sol e protector solar certo pode ajudar a prevenir danos causados ​​pelo sol.

Aplicação correcta do protector solar

Estudos mostram que as pessoas geralmente usam apenas um quarto do protector solar que realmente precisam. A rotina ideal é:

  • Aplique protector solar generosamente na pele das crianças.
  • Aplique antes de sair para o sol (20 minutos antes da exposição), dando tempo ao protector solar de ser absorvido pela pele.
  • Certifique-se que o rosto, incluindo as orelhas e o pescoço, são cuidadosamente e densamente cobertos. Até a pele dos adultos é altamente sensível ao sol. Leia mais sobre o efeito do sol na pele do rosto.
  • Preste especial atenção às áreas que são muitas vezes esquecidas, como os joelhos e a parte de cima das costas e dos pés.
  • Adicione outra camada 30 minutos depois, para fornecer uma cobertura completa e protecção.
  • Reaplique a cada 2 horas, especialmente após nadar, suar e se secar com a toalha.

Repare a pele das crianças após a exposição ao sol

A prevenção é o melhor quando se trata de reduzir os efeitos do sol. No entanto, uma vez que a pele foi exposta ao sol em demasia, você pode tomar algumas medidas.

Reidratar. Beba muita água para hidratar a pele.

Use um protector solar que ajude a reparar a pele danificada pelo sol. Provou-se que o ingrediente activo Ácido Glicirretínico apoia os processos naturais de reparação do ADN da pele, danificada pela luz UV. Isto é combinado em todos os produtos Eucerin Protecção Solar Crianças com antioxidante natural Licochalcone A, que evita a formação de radicais livres.

Criança a beber
Beber água após a exposição excessiva ao sol pode acelerar o processo de cicatrização.

Nos casos de queimaduras solares graves, particularmente em crianças e bebés, consulte um farmacêutico ou dermatologista imediatamente.

Newsletter: Se a sua pele falasse, o que diria?

Cada pele tem a sua voz. Registe-se e ouça a sua!

My eucerin, newsletter

  • Receba conselhos sobre cuidados a ter com sua a pele e informação sobre as nossas inovações e produtos
  • Seja uma embaixadora Eucerin e teste os nossos produtos e inovações
  • Beneficie de campanhas exclusivas aos membros My Eucerin!