mulher a sorrir

Sinais de envelhecimento – Envelhecimento geral da pele

9 min. read
Ver mais

Por volta dos 25 anos os primeiros sinais de envelhecimento começam a tornar-se visíveis na superfície da pele. As rídulas aparecem em primeiro lugar e com o tempo as rugas, a perda de volume e de densidade.
 
A pele envelhece devido a uma variedade de diferentes razões. De todas estas razões, nem todas são evitáveis e não podem ser alteradas. No entanto, outras podem ser controladas até certo ponto por uma abordagem holística de prevenção.

Compreender a forma como os fatores internos e externos afetam a estrutura e a função da pele, pode ajudar a informar as escolhas sobre o tratamento e a prevenção.

Sinais e sintomas

Os sinais visíveis do envelhecimento da pele

Existem três principais sinais do envelhecimento da pele em geral. Cada um afeta a aparência do rosto de uma forma diferente.

mulher com rugas no rosto
A estrutura da pele muda com o tempo. As rugas naturais e rugas de expressão são os primeiros sinais de envelhecimento da pele.
flacidez no rosto
Um dos sinais de uma perda de volume é uma flacidez do rosto conduzindo a áreas de pele solta.
mulher de idade com rugas
Quando a estrutura da pele está comprometida, a perda de densidade torna-se aparente. Muitas vezes aparece juntamente com a perda de brilho e sensação de pele mais fina.

Rugas
O primeiro sinal visível do envelhecimento após os 25 anos são as rídulas e as rugas. As rídulas aparecem em diferentes áreas do rosto e são os sinais mais fáceis de detetar. Essas pequenas rugas rasas tendem a tornar-se visíveis nos cantos externos dos olhos. São também conhecidas como pés-de-galinha. As rídulas também podem ser encontradas nas maçãs do rosto. Na testa, as rugas tornam-se visíveis como linhas horizontais, acionadas pela expressão facial e tendem a tornar-se mais profundas com o passar do tempo. Ao franzir a testa, surgem linhas verticais menores entre as sobrancelhas.

As rugas mais profundas formam-se no espaço entre o nariz e a boca, chamado sulco nasogeniano. Estão ligadas à flacidez da pele e são frequentemente associadas com uma perda de volume.

Perda de volume
Às vezes difícil de identificar, a perda de volume é observada na pele flácida, perda de contornos, "pescoço de perú" ou "pele de frango". Ao contrário da perda de densidade ou rugas, a perda de volume muda as formas do rosto, mas é difícil de identificar. Mais notavelmente, o volume cada vez menor torna os contornos do rosto flácidos, podendo dar ao rosto uma aparência negativa, triste ou stressada. Isto pode, por sua vez, levar a perceções incorretas de humor ou perspetiva.

A perda de densidade
Mais comum em mulheres na idade pós-menopausa, a perda de densidade manifesta-se na superfície como uma pele mais fina e mais fraca. 

"Ao contrário das rugas ou perda de volume, a perda de densidade afeta a pele em todo o rosto, ao contrário de ser uma preocupação em algumas áreas."

É frequentemente associada com as rugas mais profundas e ocorre ao lado de uma diminuição no brilho e uma tendência para a pele mais apagada.

 

Causas e fatores desencadeadores

Em vez de uma única causa, a pele envelhece devido a uma combinação de fatores, tanto internos como externos. A compreensão desses fatores vai ajudar a criar uma abordagem holística para a prevenção do envelhecimento da pele.

Camadas da pele

Causas externas do envelhecimento da pele

Os fatores externos que influenciam a velocidade a que a pele envelhece são todos relativos a um processo específico, o stress oxidativo. Esta é a libertação de moléculas chamadas radicais livres (ou de espécies que reagem ao oxigénio) no corpo. A teoria dos radicais livres do envelhecimento diz que o ser humano envelhece devido à acumulação de danos causados pelos radicais livres. Um radical livre é um átomo ou molécula altamente volátil que consiste num eletrão separado num escudo exterior. A maioria tem a capacidade extensa de danificar as estruturas de todas as células, incluindo os lipídios e proteínas.

Em circunstâncias normais, os radicais livres são apanhados e neutralizados pelos antioxidantes na pele: moléculas com a capacidade de os absorver e bloquear. No entanto, com o passar do tempo, a capacidade que a pele tem de desativar os radicais livres começa a decrescer. O resultado é o dano a todos os componentes das células da pele. O stress oxidativo é acelerado e desencadeado por diversos fatores de cada estilo de vida.

 

Causas internas do envelhecimento

Algumas das causas do envelhecimento da pele do rosto são inevitáveis e não podem ser alteradas. A nossa idade biológica determina as mudanças estruturais na pele e a eficiência das funções celulares. Estas abrandam a cada ano que passa.

 

O envelhecimento acontece em todas as camadas da pele

As mudanças dentro das camadas da pele mostram-se na superfície como sinais de envelhecimento.

Camadas epidérmicas
A renovação celular mais lenta e a redução da produção de lipídos na superfície da pele significa que a aspereza e a secura são prováveis. Como esta camada em particular da pele envelhece, torna-se mais sensível aos UV. A pele é menos eficiente no processo de cicatrização e a redução na função imunitária pode levar a um aumento de infeções da pele, juntamente com a lentidão de cicatrização.

Camadas dérmicas
A partir dos 25 anos há uma diminuição anual de 1% em colágeno, um dos "blocos de construção" da pele. Juntamente com um declínio na elastina, leva à desorganização do tecido dérmico. A estrutura da pele fica comprometida e provavelmente aparecem rugas. A elasticidade é reduzida, tornando a pele mais propensa a danos e a quebras capilares. A redução do fluxo sanguíneo significa uma entrega menos eficiente de nutrição e oxigénio para a superfície. Isto leva a uma diminuição do brilho rosado apreciado na pele jovem.

Camadas subdérmicas
Nas camadas mais profundas as mudanças mais notáveis são o tamanho e o número de células de armazenamento de lipídos na camada adiposa. Esta redução tem um efeito de arrastamento em perda de volume e pode levar a rugas profundas a bochechas côncavas e menor cicatrização de feridas.

 

 

 

menor distribuição de sangue na pele significa uma menor entrega de nutrientes e oxigénio para a superfície da pele. Um tom de pele mais baço é predominante e o brilho rosado, característica da pele jovem, desaparece.

genética tem um papel fundamental na forma como a pele envelhece. A etnia e o tipo de pele com que nascemos faz a diferença na rapidez com que os sinais de envelhecimento aparecem na superfície da pele. Por exemplo, uma pele sensível é propensa a rugas numa idade menos avançada, enquanto a pele das pessoas asiáticas pode ser propensa a tom irregular e as rugas aparecem em idade mais avançada. O envelhecimento provocado pela idade também pode ser causado pela composição genética específica da pessoa.

Leia mais sobre como a etnia afeta a pele.

 

 

Sol
A exposição solar é o principal fator externo responsável pelo envelhecimento da pele por meio do stress oxidativo. Os danos na pele causados pela exposição prolongada e exposição diária aos UV é chamado de envelhecimento pela luz, também responsável pela pigmentação irregular.

Poluição
A exposição da pele à poluição, mais comum nas cidades, pode desencadear a libertação dos prejudiciais radicais livres. Além disso, a poluição agrava os efeitos da exposição ao sol acelerando o stress oxidativo.

Fumar
Os produtos químicos e a nicotina contida nos cigarros são responsáveis pelo aumento da quantidade de radicais livres na pele. Como a poluição, intensifica os efeitos da exposição ao sol, levando ao stress oxidativo.

Nutrição
Os antioxidantes são moléculas com a capacidade de neutralizar os radicais livres que danificam a pele, acelerando o seu envelhecimento. Uma dieta deficiente em antioxidantes não fará nada para ajudar a abrandar o envelhecimento da pele em geral. No entanto, comer muitas frutas e vegetais ricos em antioxidantes pode tornar-se uma ferramenta fundamental para uma abordagem holística para a prevenção do processo de envelhecimento.

Muito pouca atenção
A pele mal cuidada envelhece mais rapidamente. A limpeza completa com produtos adequados para o tipo de pele, juntamente com a aplicação regular de produtos de cuidados da pele direcionados para preocupação primária da pele, pode influenciar a pele. O uso de proteção solar eficaz quando exposta à luz solar é uma parte fundamental de prevenção.

 

Soluções

Minimizar os efeitos do envelhecimento

Compreender o processo de envelhecimento da pele informa sobre como a pele deve ser tratada. Os três principais sinais de envelhecimento: a perda de volume, a perda de densidade e as rugas são examinados com mais detalhes em artigos separados. Se ainda há incerteza sobre qual o tratamento a seguir, o teste de pele pode ser uma ferramenta de diagnóstico útil. Ambos minimizam os efeitos do envelhecimento e a prevenção de novos sinais de envelhecimento pode ser alcançado através de uma abordagem holística. Esta abordagem envolve as áreas de estilo de vida e cuidado que está a ser examinado e alterado.

 

Cuidados com a pele

A pele muda com cada fase de vida e a forma como é tratada deve refletir as suas necessidades em constante mudança com a passagem do tempo.

"Uma boa rotina de cuidados de pele é uma parte essencial de uma abordagem holística para o tratamento de todos os sinais de envelhecimento: perda de volume, perda de densidade, rugas e condições relacionadas, tais como o envelhecimento provocado pela idade ou envelhecimento da pele sensível."

Estilo de vida
Como o stress oxidativo é a principal causa externa do envelhecimento da pele, todas as mudanças no estilo de vida devem ser orientadas no sentido de minimizar os seus efeitos, tanto quanto possível.

Nutrição
Uma dieta saudável, rica em frutas e vegetais, irá assegurar a ingestão de antioxidantes que podem ajudar a limitar os efeitos nocivos dos radicais livres na pele. Deve ser incluída uma variedade de alimentos, mas alguns alimentos são conhecidos por serem particularmente ricos em antioxidantes e podem ter um efeito protetor na pele: cenouras, damascos e outras frutas cor de laranja e amarelas, legumes, mirtilos, vegetais de folhas verdes, tomates, feijão e outras leguminosas, peixes - principalmente salmão - e nozes.

Além de escolher os alimentos certos, não há evidências que sugiram que alguns devem ser evitados. Uma dieta demasiado rica em gorduras e hidratos de carbono promove o envelhecimento.

Fumador
Fumar acelera o envelhecimento notavelmente, reduzindo a elasticidade e causando apatia. Parar de fumar vai ajudar a melhorar a aparência da pele, reduzindo os produtos químicos e a nicotina presente nos cigarros.

Se a sua pele é saudável, um cuidado correto irá garantir que a sua pele permanece em bom estado. Caso contrário, uma rotina de cuidados consistente pode ajudar a melhorá-la. Uma rotina de cuidados deve ser composta por três etapas: limpar, cuidar e proteger contra o sol.

A limpeza remove a maquilhagem, a sujidade e os produtos químicos da pele. Isto é vital, porque os produtos químicos na superfície da pele, como resultado da poluição, pode ser um fator para o stress oxidativo.

O cuidado é a reposição e hidratação na pele, utilizando produtos adequados para o sinal de envelhecimento que consiste na principal preocupação. Ao focar na causa de preocupação com os produtos corretos e as suas substâncias activas, tais como Ácido HialurónicoGlicina Saponina ou Coenzima Q10, as melhorias notam-se na aparência da pele. A proteção da pele contra os UV é o passo mais importante na prevenção do envelhecimento da pele no futuro. O produto com FPS utilizado deve ser selecionado de acordo com o tipo de pele e preocupações.

Leia mais sobre proteção solar no rosto.

Artigos relacionados

Produtos relacionados

Encontre o ponto de venda Eucerin mais próximo