Sinais do envelhecimento da pele Perda de densidade

O processo de envelhecimento da pele em geral começa a afectar a aparência da pele e como se sente por volta dos 25 anos. Após os 25 anos, os sistemas que mantêm a pele em óptima saúde começam a desacelerar e as substâncias que dão à pele a sua aparência jovem são produzidas em menor quantidade, tornando os sinais do envelhecimento visíveis. A perda de densidade é um destes sinais, em conjunto com a perda de volume e as rugas. As causas do envelhecimento da pele em geral são duas. As causas internas e intrínsecas são pré-determinadas pela nossa genética e a idade cronológica e não podem ser interrompidas, no entanto, os factores externos estão ligados ao estilo de vida e podem ser influenciados positivamente por meio de uma abordagem holística para a prevenção.

SINAIS E SINTOMAS

O envelhecimento da pele em geral ocorre em camadas específicas da pele:

Camadas epidérmicas
  • Mudanças: a renovação celular mais lenta, a produção de lipídos reduzida.
  • Sinais externos: textura mais áspera, mais seca com rídulas e rugas. Mais sensível à luz UV, processo de cicatrização menos eficiente e mais propensa à infecção.

Camadas dérmicas
  • Alterações: 1% de redução anual de colágeno e o declínio nos níveis de elastina. Redução do fluxo sanguíneo.
  • Sinais externos: uma pele menos elástica é mais provável a ser danificada e é mais propensa a rugas. Perda de densidade. Diminuição do brilho rosado associada a pele jovem.

Camadas subdérmicas
  • Alterações: Uma diminuição no tamanho e no número de células lipídicas.
  • Sinais externos: A perda de volume, rugas mais profundas e maças do rosto salientes. Cicatrização de feridas prejudicada.
Envelhecimento da pele
A pele é composta por camadas, sendo a epiderme a superior. Cada pessoa envelhece de forma diferente.

Como identificar a perda de densidade

A perda de densidade tende a afectar especialmente as mulheres durante e após a menopausa. As alterações e as necessidades da pele necessitam de ajuda nesta fase da vida. É comum verificar que a pele fica menos resistente. Combinada com rugas mais profundas e uma redução no brilho.

A perda de densidade mostra-se na superfície de três formas:

  • Pele mais fina. A pele do rosto parece menos elástica e pode começar a ceder.
  • Rugas mais profundas. Como a pele perde a capacidade de manter a sua forma, as rugas tornam-se mais profundas.
  • A pele tende a ser mais pálida e baça.

A mulher jovem a puxar a bochecha direita.
A perda de densidade faz com que a pele se sinta menos resistente.
CAUSAS E FACTORES CONTRIBUTIVOS

Porque é que isto acontece à nossa pele?

A perda de densidade é em certa medida inevitável e faz parte do envelhecimento da pele em geral. Esta preocupação em particular é em parte o resultado intrínseco, do envelhecimento da pele interno, bem como alterações hormonais e os seus efeitos sobre a estrutura da pele.

À medida que envelhecemos, a junção entre as camadas média e alta da pele (epiderme e derme) muda. Esta junção é composta de papilas. Os recipientes que estão no centro de cada papila fornecem à camada superior da pele nutrientes, água e o oxigénio que necessita. Numa pele mais jovem, elas são mais profundas e próximas umas das outras. Isso dá à pele jovem a sua espessura e textura suave.

À medida que envelhecemos, as papilas ficam mais rasas e em menor número. Isto resulta numa estrutura de pele menos flexível e menos elástica com mais rugas.

Com o tempo, o colágeno e a elastina também diminuem, causando uma redução das substâncias que fazem a pele elástica.

Isso provoca mais rugas. Finalmente, a entrega eficiente de nutrientes e oxigénio para a camada superior da pele diminui com a idade. É este abrandandar que resulta numa tez baça e pálida.

Gráfico da estrutura da pele jovem.
Na pele jovem, densas e profundas papilas eficientemente fornecem à camada superior da pele nutrientes, hidratação e oxigénio.
Gráfico da estrutura da pele idosa.
Na pele mais velha, as papilas diminuem em densidade e em número. O resultado é um sistema menos eficiente, resultando numa perda de brilho e de resistência.

Existem outros factores, internos e externos, que são particularmente relevantes para uma perda de densidade e brilho:

Mudanças hormonais
Com a diminuição da actividade hormonal, alguns dos processos dentro da pele também diminuem. A produção do tecido conjuntivo é um deles. Isto significa que, após a menopausa, há a produção menor de substâncias que dão à pele jovem a sua estrutura densa e textura suave. Estas incluem o Ácido Hialurónico, o colágeno e a elastina. O resultado é um olhar e toque menos substancial na pele.

Efeitos do sol
Os efeitos do sol são a principal causa do stress oxidativo, enfraquecendo a estrutura da pele e aumentamdo o problema. Como resultado a perda da densidade e brilho é mais perceptível. Isso pode acontecer acompanhado de uma pele irregular, manchas de idade e secura da pele. Proteger a pele diariamente dos UV nocivos com um produto de FPS adequado vai desacelerar este processo e também vai ajudar a prevenir a formação de rugas e a perda de volume que vai ocorrendo.

Fumar
Os produtos químicos dos cigarros têm um efeito de degradação no colagénio e na elastina, através do processo de stress oxidativo. Fumar acelera todos os elementos do envelhecimento da pele, incluindo as rugas e a perda de volume.
Rosto de uma mulher de meia idade.
A diminuição do número de Estrogénio podem levar a um aumento da inflamação e piorar as condições da pele, tais como a rosácea.
Mulher a proteger os olhos com a mão direita.
O sol acelera drasticamente o processo de envelhecimento.
SOLUÇÕES

Como restaurar a densidade e o brilho da pele

A perda de densidade pode ser gerida através do uso de produtos para a pele ou em conjunto com os tratamentos mais invasivos.

Os produtos de cuidados da pele, que ajudam a restaurar a densidade e o brilho pode conter os seguintes ingredientes activos.

Ingredientes Activos

  • Antioxidantes
    Como o envelhecimento da pele em geral é em parte causado pelo stress oxidativo, a aplicação tópica de antioxidantes pode ajudar a pele a proteger-se. Isso pode diminuir os processos que conduzem à perda da densidade e brilho, bem como outros sinais de envelhecimento, como a perda de volume e as rugas.
  • Arctiina
    É um extrato vegetal a partir do fruto de bardana que estimula a reparação das células da pele, ajudando a pele madura, mais fina devido ao envelhecimento, e as alterações hormonais, para se tornar mais forte. A Arctiina é um ingrediente activo na gama Eucerin DermoDENSIFYER.
  • Péptidos de Apiácea
    Ajuda a pele madura a regenerar, acelerando os processos que fortalecem a estrutura para melhorar a capacidade de resistência e flutuabilidade. Os Péptidos de Apiácea são parte da fórmula da gama Eucerin DermoDENSIFYER.

Mulher a colocar creme no rosto.
Aplicar fórmulas com ingredientes activos, tais como Antioxidantes, Arctiina e Péptidos de Apiácea, pode ajudar a pele a proteger-se e a desacelerar os processos de envelhecimento.
Mulher a aplocar um produto Eucerin na bochecha esquerda.
Para efeitos óptimos e visíveis, recomenda-se a utilização de toda a linha Eucerin DermoDENSIFYER.

Tratamentos invasivos

Estes tratamentos só devem ser realizados por um profissional qualificado num ambiente clínico.

Peelings Químicos
O Ácido Glicólico ou Ácido Láctico têm como objectivo melhorar e facilitar a textura da pele removendo as camadas externas danificadas. O peeling também pode ajudar a aumentar a densidade e a espessura da pele, promovendo a síntese de colágeno. Como os peelings dermatológicos deixam a pele vulnerável a danos, é fortemente recomendado um produto de protecção com FPS como o Eucerin Sun Fluid 50+.

Resurfacing Laser
Um laser é usado para remover as camadas exteriores da pele do rosto e estimular o crescimento de novas fibras de colagénio. Enquanto a área cicatriza, a pele engrossa e melhora a densidade. No entanto, a pele é exposta ao meio ambiente e a utilização de um produto com FPS como o Eucerin Sun Fluid 50+ é essencial.

Além disso, a perda de densidade e brilho pode ser desacelerada com uma abordagem holística para a prevenção.
Mulher a fazer um peeling químico.
O objectivo de um peeling químico é mudar positivamente a textura da pele removendo as camadas danificadas.
Mulher a fazer uma terapia a laser no rosto.
O laser resurfacing também remove as camadas danificadas, enquanto estimula o crescimento de colágeno.

Newsletter: Se a sua pele falasse, o que diria?

Cada pele tem a sua voz. Registe-se e ouça a sua!

My eucerin, newsletter

  • Receba conselhos sobre cuidados a ter com sua a pele e informação sobre as nossas inovações e produtos
  • Seja uma embaixadora Eucerin e teste os nossos produtos e inovações
  • Beneficie de campanhas exclusivas aos membros My Eucerin!