Mulher a olhar para o ombro

Alergias ao sol - EPL e outros Reconhecer os sintomas e compreender as causas

Pensa-se que cerca de um quinto da população sofre de alergia ao sol, conhecida como Erupções Polimorfas à Luz (EPL). Os sintomas podem ser tanto desconfortáveis como angustiantes, uma vez que tendem a aparecer em áreas altamente visíveis do corpo, incluindo os braços e o peito. No entanto, uma maior compreensão das causas da doença leva a formas mais eficazes para tratá-la.

O que são Erupções Polimorfas à Luz (EPL)?

A EPL é o fotodermatose mais comum, uma doença de pele precipitada pela exposição à radiação UV. Caracteriza-se pelos recorrentes sintomas retardados que aparecem um ou dois dias após exposição ao sol e podem variar de uma erupção cutânea leve a um surto de pústulas.
Leia mais sobre o efeito do sol sobre o corpo.

É mais provável que afectem as mulheres jovens e as pessoas com pele clara.

Ocorre normalmente na Primavera, quando a pele que foi coberta no Inverno é exposta à luz solar. Pode até mesmo ser desencadeada pelo sol através de um vidro. Se a exposição continua, os sintomas podem agravar-se e os surtos tendem a repetir-se a cada ano. No entanto, EPL não é contagiosa e não tem nenhuma ligação comprovada com o cancro de pele.

Os sintomas de EPL são recorrentes e aparecem um ou dois dias após a exposição aos UV.
EPL afecta principalmente mulheres jovens e pessoas com pele clara, e a maioria dos casos são na Primavera.

Quais os sintomas de EPL?

Existem diversas variantes morfológicas de EPL e os sintomas variam. Podem incluir uma erupção cutânea, vermelhidão da pele, bolhas ou pústulas, e são quase sempre acompanhadas por intensa irritação. Em casos mais graves, de maiores dimensões, podem ocorrer lesões hemorrágicas. As áreas mais afectadas incluem a parte inferior dos braços, no peito e, menos frequentemente, no rosto.

O que causa EPL?

As causas da EPL não são totalmente conhecidas. No entanto, estudos recentes sugerem que os processos funcionais sejam alterados na pele das pessoas com EPL.

  1. Radiação UV - ondas longas de UVA (que desencadeiam especialmente EPL em 80% das pessoas afectadas) - penetram profundamente na pele onde podem danificar as células.
  2. Radicais livres induzidos pelos UV formam compostos químicos altamente reactivos que causam o stress oxidativo, resultando em danos às células.
  3. Dados recentes indicam que as pessoas com EPL têm uma defesa celular prejudicada, o que torna a sua pele incapaz de lidar com estes radicais livres.
  4. Na exposição ao sol a sua pele responde com uma reacção exagerada da função imunitária, resultando em pele inflamada e vermelha.

A radiação UV penetra profundamente nas camadas inferiores da pele e pode causar danos a longo prazo.

Como prevenir EPL?

O aparecimento de EPL pode ser evitada usando protector solar (veja abaixo), o que limita a exposição ao sol, especialmente entre as 11h-15h, e vestindo roupas fotoprotectoras.

Em casos de EPL grave, um curso de terapia profilática com luz (também conhecido como "endurecimento foto 'ou dessensibilização) no início da Primavera pode ajudar.

Aqui, a pele é gradualmente exposta aos UV, de modo a construir-se uma tolerância à luz solar. Algumas pessoas com EPL descobrem que a condição melhora gradualmente ao longo do tempo, e pode desaparecer completamente.

Como tratar EPL?

Os surtos de EPL podem provocar muita comichão. Usar loções calmantes pode reduzir a irritação, assim como a aplicação tópica de cremes esteróides.

Protectores solares específicos são um pilar para aliviar os sintomas da condição e prevenir a sua repetição.

Eucerin desenvolveu um protector solar que combina o poderoso antioxidante alfa-Glucosylrutin (AGR) com o anti-oxidante e anti-inflamatório Licochalcone A.

Outros tipos de alergias ao sol

Embora se pense que EPL afecta até 90% das pessoas com alergias ao sol, existem outras condições que têm sintomas semelhantes.

A Acne aestivalis não é apenas causada pela radiação UV, mas só aparece após a interacção com certos ingredientes encontrados em cosméticos ou produtos de protecção solar como certos emulsionantes. Afecta principalmente mulheres com idades entre 25-40 anos, muitas dos quais tiveram uma história de acne na puberdade. Os sintomas clínicos  assemelham-se aos de EPL.

As Fotoreacções são reacções inflamatórias atrasadas induzidas por radiação UV, após sensibilização com determinadas substâncias. Estas podem ser de fototoxicidade (os ingredientes de plantas) ou fotoalérgica (medicamentos , perfumes, corantes). Estas reacções cutâneas manifestam-se através de nódulos que provocam comichão em locais expostos à luz.
Leia mais sobre os factores que influenciam a pele.

A Acne aestivalis é causada por uma combinação de exposição ao sol e certos cosméticos.
Alguns medicamentos também podem aumentar a sensibilidade aos raios do sol.

Quando procurar aconselhamento profissional?

A EPL pode ter sintomas semelhantes aos de outras alergias e doenças de pele, por isso é melhor procurar aconselhamento profissional. O teste da pele também pode ser uma ferramenta útil para aprender mais sobre os seus sinais e sintomas e soluções de cuidados disponíveis.

Converse com o seu dermatologista ou farmacêutico se estiver preocupada com qualquer um dos seus sintomas.

Newsletter: Se a sua pele falasse, o que diria?

Cada pele tem a sua voz. Registe-se e ouça a sua!

My eucerin, newsletter

  • Receba conselhos sobre cuidados a ter com sua a pele e informação sobre as nossas inovações e produtos
  • Seja uma embaixadora Eucerin e teste os nossos produtos e inovações
  • Beneficie de campanhas exclusivas aos membros My Eucerin!