Mulher olha pela janela

Compreender a pele Factores que influenciam a pele

A condição e aparência da nossa pele são a chave para a nossa saúde e bem-estar em geral. Quando a pele está saudável trabalha arduamente para proteger os nossos corpos das agressões ambientais como irritações, alérgenos e micróbios, regulando a temperatura e a aparência da pele, para que esta se mantenha suave, calma e bem hidratada, e até mesmo com uma boa cor. Há vários factores – tanto internos como externos - que afectam a condição da pele e influenciam a forma como se olha e se sente. Por exemplo, devido à função barreira da pele comprometida, a pele hipersensível é mais propensa a irritações do que a pele bem equilibrada. Existem alguns factores que não podemos influenciar, mas existem outros que podemos. Um cuidado rigoroso da pele, pode protegê-la e manter uma aparência jovem durante mais tempo.

Factores internos (endógenos)

Os factores internos que influenciam a pele incluem a genética, hormonas e condições específicas, tais como diabetes.

Genética

A genética de uma pessoa determina o seu tipo de pele (normal, seca, oleosa ou mista) e afecta a sua condição geral da pele.

Genética e envelhecimento biológico da pele

A genética de uma pessoa determina o envelhecimento biológico da pele, caracterizado por: 

  • Declínio na regeneração e renovação das células.   
  • Secreções reduzidas das glândulas sebáceas e sudoríparas.      
  • Degeneração do tecido conector, o que diminui a capacidade de retenção de água e firmeza da pele.  
  • Degeneração das fibras elásticas que resulta na perda de elasticidade da pele.    

O envelhecimento biológico da pele não deve ser confundido com envelhecimento prematuro da pele, causado por factores externos e que pode ser influenciado.
Mãe segura bebé nos braços
A genética determina o seu tipo de pele.
Rosto de mulher mais velha com cabelo louro
A genética também determina o envelhecimento biológico da pele.

Internal factors that affect skin: hormones

Uma predisposição para doenças de pele, tais como Dermatite Atópica, Psoríase e Ictiose é também determinado pela genética. Por exemplo, os que nascem com deficiência em Filagrina (uma proteína da pele) têm pele com uma função barreira mais fraca e por isso maior tendência a ter pele sensível e Dermatite Atópica. Com esta tendência, a pele fica mais exposta a influências externas. Como tal, é crucial ter cuidados específicos. Leia mais em pele seca e Dermatite Atópica

Existem doenças - tais como diabetes e problemas renais - que podem influenciar o estado da pele.

Mulher a coçar a perna
Diversos factores externos podem influenciar a pele e originar doenças cutâneas.

What are the external, environmental factors that affect skin?

Hormonas

As hormonas, e alterações nos seus níveis, podem ter um impacto significativo na pele:

  • Alterações hormonais podem originar acne da puberdade.
  • Durante a gravidez, as hormonas podem provocar uma maior produção de melanina e uma forma de hiperpigmentação conhecido como melasma
  • Os níveis de estrogénio feminino decrescem como parte do processo de envelhecimento, especialmente após a menopausa. O estrogénio beneficia o equilíbrio de hidratação da pele e o seu declínio origina alterações estruturais e o atrofiamento da pele devido à idade.
Mulher toca o queixo e olha-se no espelho
Alterações hormonais podem afectar a pele e causar acne.
Mulher grávida toca a barriga
A gravidez pode causar hiperpigmentação e afectar o equilíbrio da hidratação da pele.

Factores externos (exógenos)

Existem muitos factores externos que influenciam a saúde da pele. Estes factores  são determinados pelo meio ambiente, a nossa saúde e as escolhas de estilo de vida que fazemos. Quando o equilíbrio natural da pele é comprometido, a sua função de barreira protectora é comprometida e está propensa a sensibilidade. Os factores externos que influenciam a saúde da pele são determinados pelo ambiente que nos rodeia, pela nossa saúde e escolhas de estilo de vida que fazemos.

Clima e ambiente

Radiação UV
Os radicais livres são moléculas agressivas responsáveis ​pelo processo de oxidação nos tecidos corporais, que resulta em danos celulares. A pele saudável contém antioxidantes que a protege ao neutralizar os radicais livres.

Na epiderme, os radicais livres são gerados pelos UV. Em condições normais e com exposição limitada, os mecanismos de protecção da pele podem agir. Se, no entanto, a exposição é prolongada, os sistemas de protecção da pele ficam enfraquecidos e a função protectora de barreira da pele enfraquecida. A pele fica sensível e sujeita a doenças. Anos de exposição solar sem protecção origina danos crónicos e envelhecimento prematuro da pele.

Saiba mais sobre os efeitos da exposição solar e como proteger a pele do sol.

Mulher protege o rosto do sol
A exposição constante ao sol origina a formação de radicais livres que podem enfraquecer os mecanismos de protecção da pele.

Temperatura  
As temperaturas extremas, e a velocidade com que mudam, têm impacto sobre a pele.

Em condições de frio, a pele reage ao estreitar os vasos sanguíneos para proteger o corpo da perda de muito calor. As temperaturas frias recorrentes, reduzem a secreção das glândulas sebáceas e causam a secura da pele. Leia mais em pele seca.  

Em condições de muito calor ou humidade (por exemplo, países tropicais ou numa sauna), as glândulas sudoríparas produzem mais suor, deixando a pele húmida e brilhante e, em alguns casos, com tendência para a acne.  

A baixa humidade, como podemos encontrar em cabines de avião ou em ambientes com ao aquecimento central, pode causar a desidratação

da pele levando a um aumento da sua sensibilidade.


Algumas doenças da pele, por exemplo a rosácea, podem também ser desencadeadas por temperaturas quentes. Esta é uma das razões pelas quais é recomendado usar água morna em vez de água muito quente para a limpeza facial, lavar as mãos e tomar banho.
Mulher com roupa de inverno
O tempo frio pode causar ressecamento da pele
Mão sobre torneira
Use água morna em vez de quente. A água quente pode originar irritação da pele.

Influências químicas

Produtos agressivos  
A pele é naturalmente um pouco ácida, com um pH entre 4,7 e 5,75. Produtos de limpeza agressivos (tais como lauril sulfato de sódio e produtos hidratantes com um pH alcalino) sobrecarregam a capacidade de neutralização natural da pele, danificam a estrutura celular e prejudicam a função barreira da camada mais externa da epiderme. Como resultado, a pele pode secar e ficar sensível ou mesmo hipersensível.
Quando a pele é sensível, está susceptível a infecções da pele e a surtos de doenças como a Dermatite Atópica ou Rosácea. A pele sensível (que se caracteriza por um enfraquecimento da.função barreira) e hipersensível (que tem, adicionalmente, fibras nervosas hiperativas) são particularmente propensas à secura e aos efeitos prejudiciais de produtos agressivos.

Alguns químicos podem ter um efeito semelhante e é importante consultar um dermatologista para assegurar que um determinado procedimento é adequado à sua pele.  

Algumas pessoas são particularmente afectadas por produtos agressivos:

  • Crianças pequenas e idosos: a pele jovem e madura é menos resistente porque as glândulas sebáceas podem não estar totalmente desenvolvidas ou estão em declínio. Leia mais em pele de diferentes idades
  • Os que estão expostos a químicos no trabalho: profissionais, tais como cabeleireiros e os trabalhadores da indústria estão em contacto constante com detergentes, solventes, lacas e tintas, tudo susbstâncias nocivas para a pele. 

Leia mais sobre como cuidar da pele do rosto e corpo e a importância de escolher os produtos adequados.
Peeling na testa
Químicos agressivos e peelings podem causar danos no pH da pele.
Rolos no cabelo
Quem trabalha com químicos necessita de cuidados especiais para a pele.

Lavagens demasiado frequentes   
Os banhos e os duches demasiado frequentes, longos ou com água excessivamente quente originam a perda dos factores hidratantes naturais da pele (conhecidos como FHNs) e lípidos superficiais. A pele seca e fica áspera. O pH da pele saudável é levemente ácido e a lavagem frequente com água - que varia de neutra a ligeiramente alcalina - pode ter impacto sobre o equilíbrio natural da pele e prejudicar a sua função de barreira protectora. Leia mais sobre cuidar da pele do corpo e rotina diária de cuidado do rosto.

External factors that affect skin: diet

Nutrição  
Uma dieta equilibrada ajuda a pele a manter-se saudável. A pesquisa sobre os melhores alimentos não é abundante contudo:   
  • Frutos, legumes, cereais e proteínas magras (peixe em vez de carne) são bons para a pele. 
  • Uma dieta rica em Vitamina C e baixa em gorduras e carbohidratos pode ajudar a pele a ter um aspecto jovem.  
  • Alimentos ricos em antioxidantes parecem trazer benefícios. Estes incluem: frutas ou legumes amarelos e  laranjas (cenouras e alperces), mirtilos, legumes de folha verde (espinafres), tomates, ervilhas, feijão e lentilhas, peixe (especialmente salmão), frutos secos.
  • Dietas que excluem um grupo nutricional em geral não são benéficas para a saúde. No entanto, é recomendável limitar o consumo de doces e lacticínios. É também importante beber muita água, especialmente as pessoas idosas.  

Não há uma associação clara entre a nutrição e as causas da acne.
Mulher toma medicação
Alguns medicamentos e tratamentos médicos provocam pele seca como efeito secundário.
Mulher bebe um copo de água
Alguns medicamentos e tratamentos médicos provocam pele seca como efeito secundário.

External factors that affect skin: medication

Medidas terapêuticas  
Alguns medicamentos (por ex.: quimioterapia, diuréticos, laxantes e os medicamentos de redução de lípidos tomados por vezes para tratar doenças cardiovasculares) podem tornar a pele mais sensível e com tendência a secar.

Estilo de vida

As escolhas de estilo de vida podem ajudar a retardar o processo natural de envelhecimento e prevenir problemas de pele:

Gerir o stress 
O stress descontrolado pode tornar a pele mais sensível e originar problemas, inclusivamente acne. O stress necessita de ser gerido: reduzir o volume de trabalho, reservar tempo para actividades de lazer e técnicas de relaxamento podem ajudar.

Exercício
O exercício físico regular tem um impacto positivo na saúde da pele, assim como na sua forma física.   

Dormir
Uma boa noite de sono dá ao organismo uma possibilidade de se regenerar e contribui para a renovação da pele.  

Pare de fumar 
O tabaco é uma das principais origens dos radicais livres que afectam a pele. Fumar dá à pele um aspecto envelhecido e contribui para a formação de rugas:  
  • Aperta os vasos sanguíneos nas camadas inferiores da pele. Isto diminui o fluxo de sangue e tira à pele oxigénio e nutrientes, tais como a Vitamina A. 
  • Danifica o colagénio e a elastina: as fibras que dão à pele a sua força e elasticidade.
Gerir o stress também pode promover a saúde da pele.
Gerir o stress também pode promover a saúde da pele.
Mulher a dormir
Uma boa noite de sono dá à pele a oportunidade de se regenerar.

Newsletter: Se a sua pele falasse, o que diria?

Cada pele tem a sua voz. Registe-se e ouça a sua!

My eucerin, newsletter

  • Receba conselhos sobre cuidados a ter com sua a pele e informação sobre as nossas inovações e produtos
  • Seja uma embaixadora Eucerin e teste os nossos produtos e inovações
  • Beneficie de campanhas exclusivas aos membros My Eucerin!